fbpx

Notícias

Edifício histórico da capital recebe Expo-hospital Brasil

 

Entre 21 e 23 de novembro prédio tombado vai movimentar o setor hospitalar do estado

 

Serraria Souza Pinto, espaço tradicional de eventos da cidade, vai receber a principal feira de hospitais de Minas Gerais. A Expo-Hospital Brasil irá ocupar os 5.000 m2 do espaço com vários stands e espaços para congressos e simpósio. Construída em 1912, a Serraria, como é mais conhecida, foi um dos primeiros prédios a ser erguido com estrutura de ferro e é considerada uma referência da arquitetura industrial da capital. Com localização privilegiada, o espaço compõe o conjunto arquitetônico e paisagístico da Praça Rui Barbosa e fica na Av. Assis Chateaubrind no centro de Belo Horizonte.

Para Fernando Kutova, diretor da Expo-Hospital Brasil, “o espaço é um ponto de excelência da cidade. A sua localização e suas instalações vão dar à feira uma projeção muito boa”. Kutova também lamenta o fechamento do Minas Centro, espaço onde foi a primeira edição da Expo-Hospital Brasil no ano passado. “Ficamos muito sensibilizados com o fechamento do Minas Centro. Ele tinha alguns problemas, mas acredito que o encerramento de suas atividades como centro de convenções é um equívoco”. E alerta: “estamos com menos um espaço para trabalhar na cidade e Belo Horizonte tem um grande potencial para o turismo de negócios. Enfrentaremos mais um problema no setor de eventos, a falta do Minas Centro”.

A história da Serraria Souza Pinto é parte da história da capital. O jovem português Augusto Souza Pinto chegou a Belo Horizonte com 16 anos de idade e, sem parentes e sem dinheiro, impressionou o empresário Antônio Garcia de Paiva. Ele dono da serraria Garcia de Paiva – hoje Serraria Souza Pinto – preocupado com Augusto deu-lhe emprego e o levou para morar em sua casa. O jovem, muito trabalhador e honesto acabou por se apaixonar pela filha de Antônio Garcia de Paiva. Casaram e como os filhos do empresário, todos formados no exterior, não quiseram tocar o negócio do pai, Augusto, mesmo sem capital próprio, passa administrar a serraria. Por isso, pela sua força de trabalho e outros méritos profissionais, ele se torna o dono do estabelecimento após a morte do sogro. Muitos anos depois e sob sua direção, a serraria passa a se chamar Souza Pinto. Augusto Souza Pinto faleceu em 1953.

Tombada em 1981 pelo Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais é restaurada em 1997 para a realização de eventos. Em dezembro de 1998, a Serraria Souza Pinto foi incorporada ao patrimônio administrado pela Fundação Clóvis Salgado, tornando-se um espaço para espetáculos, feiras, congressos, eventos sociais, comerciais e técnico-científicos.[1]

Assine nossa newsletter

Receba as principais notícias do setor e saiba em primeira mão as novidades da Expo-Hospital Brasil 2018.

Contato

(31) 3568-3350 | 3568-3370
(31) 3568-3374 | 3568-3339
Rua Araguari, 359 - Barro Preto
Belo Horizonte - MG
This error message is only visible to WordPress admins
Unsupported get request. Object with ID '17841407863198468' does not exist, cannot be loaded due to missing permissions, or does not support this operation. Please read the Graph API documentation at https://developers.facebook.com/docs/graph-api