fbpx

Notícias

Números colocam Minas Gerais como importante estado para setor de saúde

No momento em que se aproxima a segunda edição da Expo-Hospital Brasil, o mercado da saúde em Minas Gerais apresenta números bastante expressivos. Importante representante do setor terciário, ou seja, de serviços, a saúde envolve, em sua cadeia produtiva, inúmeros profissionais e investimentos. Vale lembrar que o setor terciário corresponde a quase 60% do PIB do estado. Com seus 21 milhões de habitantes, aproximadamente 10% da população total do Brasil, os números apontam Minas Gerais como o segundo mercado de saúde do Brasil.

Segundo dados atualizados de 2018 pelo Ministério da Saúde, Minas Gerais tem 41.942 estabelecimentos de saúde o que significa 12,89 % de todo o país. Mais de 11 % dos médicos de todo o território nacional estão no estado o que representa 53.688 em atividade, segundo dados do Conselho Federal de Medicina. E o Conselho Federal de Enfermagem informa que Minas tem 8,47%, de enfermeiros do país, sendo 177.280 ao todo. Para o diretor da Expo-Hospital Brasil, Fernando Kutova, “os dados são importantes e colocam o estado em um lugar de grande relevância no país. Não é por acaso que a capital mineira recebe a segunda edição de um evento como a Expo-Hospital Brasil”.

Ainda segundo o Ministério da Saúde, Minas Gerais conta com 41.181 leitos distribuídos em 682 hospitais, números que indicam que 9,99% das instituições de todo o país estão no estado. Quase 25% dos mineiros têm plano de saúde. O número é da Agência Nacional de Saúde que ainda informa que esses 5.095.383 de mineiros significam 10,78% de todos os planos do país.  Como 15,5% dos municípios de todo do Brasil estão em Minas, isso representa que o estado conta com 853 secretarias de saúde. Os números reafirmam a força do estado no plano nacional e dão uma ideia de quantos empregos diretos e indiretos são criados.

O momento atual é propício para pensar o mercado e como o setor de saúde tem se comportado. Administrar um hospital ou clínica de saúde passa necessariamente por uma gestão adequada e profissional. Segundo o presidente da Central dos Hospitais de Minas Gerais, Reginaldo Teófanes Ferreira de Araújo, em seu editorial para o jornal da Central dos Hospitais de setembro de 2017 “a observância na qualidade dos procedimentos no âmbito gerencial é ressonante nos resultados totais das instituições hospitalares”. E alerta: “Isso no passado não era levado em conta e essa conta depois foi cobrada. Muitos hospitais que eram tidos como referências no país, passaram por graves dificuldades ou fecharam”.

O que se observa na maioria das instituições hospitalares de Minas Gerais, e do Brasil como um todo, é que seu desenvolvimento passa pela preocupação com a sustentabilidade financeira e ambiental, com a contratação de funcionários capacitados, com o compartilhamento de experiências e custos entre instituições e com investimentos e terceirizações apropriados. Estar atento às novidades tecnológicas e gerenciais é fundamental para a saúde financeira das instituições hospitalares.

Assine nossa newsletter

Receba as principais notícias do setor e saiba em primeira mão as novidades da Expo-Hospital Brasil 2018.

Contato

(31) 3568-3350 | 3568-3370
(31) 3568-3374 | 3568-3339
Rua Araguari, 359 - Barro Preto
Belo Horizonte - MG
This error message is only visible to WordPress admins
Unsupported get request. Object with ID '17841407863198468' does not exist, cannot be loaded due to missing permissions, or does not support this operation. Please read the Graph API documentation at https://developers.facebook.com/docs/graph-api