fbpx

Notícias

Ações e estratégias para a implantação da Segurança do Paciente em um Complexo Hospitalar

Enfermeira Camila Rinco, palestrante do Congresso Enfermagem Brasil, realizado durante a Expo-Hospital Brasil, em novembro, em Belo Horizonte

A Enfermagem Brasil – III Congresso Brasileiro de Enfermagem aconteceu entre os dias 21 e 23 e novembro de 2018 dentro da Feira Expo-Hospital Brasil. O evento foi divido em blocos temáticos, sendo que um dos blocos de maior destaque foi o Bloco Segurança do Paciente.

Camila Rinco, uma das palestrantes do evento, que é enfermeira da Governança Clínica do Complexo Hospitalar São Francisco de Belo Horizonte, pesquisadora e especialista em segurança do paciente e em direito aplicado aos serviços de saúde, apresentou o tema “Ações e estratégias para a implantação da Segurança do Paciente em um Complexo Hospitalar“.

 

Em sua palestra, Rinco destacou que “um dos principais desafios, entre as competências do Núcleo de Segurança do Paciente nos serviços de saúde do país perante a normativa da Anvisa, é o estabelecimento de barreiras para a prevenção de eventos adversos, devido ao descumprimento/ausência de rotina de trabalho, desconhecimento de legislações aplicáveis as categorias profissionais, bem como a pressão por produção”.

 

Rinco apontou o setor de Governança Clínica, “como parceiro das demais unidades do serviço pela definição de estratégias efetivas que visam a sistematização da assistência interdisciplinar, centralização do cuidado no paciente, garantindo assim a segurança assistencial”, e ressaltou que “atualmente os profissionais de saúde, devido as atividades burocráticas, tem se afastado da sua principal função: estar próximo do paciente, praticando uma assistência de qualidade e humanizada”.

 

Além disso, a palestrante indicou que a Governança Clínica, é um “sistema de gestão que trabalha com os preceitos do National Health Service (NHS), considerado o melhor sistema de saúde do mundo segundo a última publicação do Commonwealth Fund (2017), e tem entre as suas estratégias de atuação, a gestão do planejamento /da execução/ e  da segurança da assistência, a implantação de um programa de Compliance interno e externo, bem como a definição de código de conduta”.

 

Finalizando, sinalizou que o “Complexo Hospitalar São Francisco, que tem como superintendente geral, Dr. Helder Yankous, e como gerente geral, Adriana de Souza Melo, é o primeiro hospital 100% SUS a ter a prática da Governança Clínica implantada conforme as diretrizes do NHS, tendo como mentor o Dr. Guilherme Lycarião”, e “que a instituição tem incorporado a inovação nos seus processos, como por exemplo, com o desenvolvimento de uma Inteligência Artificial, nomeada por LYA AVI, encarregada de fazer diariamente as auditorias clínicas nos prontuários, conseguindo otimizar a detecção e as ações frente aos eventos adversos”.

Assine nossa newsletter

Receba as principais notícias do setor e saiba em primeira mão as novidades da Expo-Hospital Brasil 2018.